pt

Evite utilizar a intuição no Departamento de Vendas e de Marketing

fevereiro 12, 2018

O conteúdo a seguir é de autoria de Anders Vogelsang Gallop da Accobat, parceira TARGIT. A Accobat é uma líder de mercado que fornece soluções de CPM e BI flexíveis e simples baseadas na tecnologia da Microsoft.

As maioria das empresas mais bem-sucedidas em todos os segmentos, geografias e portes 
tornaram-se mais orientadas a dados do que nunca. Quase todas as ações e decisões tomadas pelas empresas bem-sucedidas são baseadas em um profundo conhecimento de seus dados e da utilização de dados. Como os dados empresariais geralmente provêm de uma variedade de fontes – internas e externas – eles podem fornecer uma visão geral e informações importantes sobre como o processo de vendas pode otimizar e melhorar a estratégia comercial geral.

Uma melhor utilização dos dados – e, portanto, um conhecimento mais profundo – fortalece o trabalho em equipe e a comunicação nos departamentos de vendas e marketing. O resultado: todos trabalham em prol dos mesmos objetivos.

Utilize o seu tempo com sabedoria

Organizações de vendas e de marketing baseadas em dados fazem o registro de cada ação e interação realizada em um lead ou com um cliente. Ao gerenciar estes dados de maneira automática, é possível se concentrar na utilização de dados e na análise da jornada do cliente desde a campanha até a realização da venda. Você pode utilizar o tempo que economizar no registro e na avaliação das informações de vendas para analisar quais atividades produzem o ROI mais alto. Também é possível otimizar o lançamento de novas atividades baseando-as em análises reais em vez de suposições potencialmente falsas.

Ao mesmo tempo, você terá um conhecimento mais profundo sobre as preferências de seus potenciais clientes, o que, por sua vez, facilitará a criação de conteúdos relevantes e garantirá a melhor experiência possível para o consumidor. Também é mais provável que resulte em uma venda.

O objetivo de uma melhor utilização de dados é, naturalmente, fazer com que o departamento de vendas se concentre no desenvolvimento de relacionamentos e no fechamento de vendas.

Defina os KPIs corretos

Coletar os dados necessários é apenas um passo da jornada rumo a tornar-se uma organização baseada em dados. O próximo passo – e o principal desafio – é transformar os dados em valor. É fundamental visualizar os dados que você coleta de uma maneira que faça sentido para os usuários finais.

Também é importante que os KPIs dos departamentos de vendas e de marketing sejam reconhecidos e valorizados como elementos fundamentais dos objetivos da organização.

Muitas vezes, leva muito tempo para a definição dos KPIs que fazem sentido e agregam valor, assim como leva tempo para criar análises ou um dashboard que contenha a combinação ideal de informações e notificações.

Pode ser tentador criar visualizações e altamente complexas e análises detalhadas com (demasiados) muitos objetos e muitas informações. No entanto, todos estes excessos geram confusões e a “sobrecarga de informações”. A melhor abordagem é utilizar designs simples e as melhores práticas ao criar análises e dashboards.

Como escolher a apresentação visual adequada dos dados no TARGIT? Siga estas melhores práticas de Visualização de Dados.

Por fim, o que é mais importante é reconhecer  a necessidade de otimizar o processo de vendas e de marketing. A resposta para isto é o Business Intelligence, que pode transformar dados em conhecimento acionável.
O Business Intelligence permite tomar decisões mais rápidas e mais bem informadas – e agir antes que os resultados sejam afetados caso algo dê errado. Isso também gera melhores interações com os clientes e uma maior fidelidade.

Saiba como ter uma visão abrangente de mercado e os benefícios empresariais reais do Business Intelligence – e esteja preparado(a) para qualquer novidade.


Share

We use cookies to improve your site experience, but they also provide us with information on your use of our website.
To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our Privacy Policy. By continuing to browse the site, you are consenting to our use of cookies.

ok